fbpx

Conheça o Memorial do 11 de Setembro, um local de história e reflexão em NY

O 11 de setembro é um dia que ficará para sempre na história dos Estados Unidos da América. O ataque terrorista ao World Trade Center em Nova York causou a morte de mais de 3 mil pessoas e foi um dos eventos mais traumáticos da nação. Para honrar as vítimas do atentado, foi criado o Memorial 11 de setembro, um monumento dedicado à memória das pessoas que perderam suas vidas no ataque. Neste post, você vai conhecer um pouco sobre esse espaço.

Como seu deu a construção do Memorial 11 de Setembro

Em 11 de setembro de 2001, um atentado terrorista ocorreu nos Estados Unidos da América. O objetivo dos terroristas era derrubar as Torres Gêmeas e causar um máximo de danos possível. Infelizmente, conseguiram atingir seu objetivo e milhares de pessoas morreram. Ao todo, foram 2.983 pessoas que perderam a vida nesse dia trágico para a história da humanidade.

Logo após o ataque, começaram a surgir ideias para construir um memorial em homenagem às vítimas e para as vítimas do ataque ao WTC em 26 de fevereiro de 1993. Após muita discussão e planejamento, foi criado o Memorial 11 de Setembro, erguido no Marco Zero, e tem visitação aberta ao público.

Um pouco mais sobre a estrutura

Os projetistas do memorial criaram um espaço aberto e tranquilo, rodeado pelas quatro árvores que sobreviveram ao desabamento das Torres Gêmeas. No centro do memorial, há ainda duas grandes piscinas, uma em cada local onde as torres se encontravam. As piscinas são iluminadas por chamas que queimam 24 horas por dia, lembrando os que perderam sua vida no ataque.

Homenagem às vítimas

Os nomes das pessoas que perderam suas vidas no atentado terrorista de 11 de setembro estão gravados em bronze nos dois espelhos d’água que formam o núcleo do memorial. A piscina norte e a piscina sul foram construídas nos pontos exatos onde ficavam as Torres Gêmeas a estão cercadas por árvores.

Além disso, um funcionário do Memorial diariamente finca uma rosa branca no nome da pessoa que, se estivesse viva, faria aniversário naquele dia.

Símbolo de resiliência

A Árvore de Sobrevivência foi a única árvore que sobreviveu aos ataques terroristas de 11 de setembro. A árvore foi descoberta pelos trabalhadores de resgate em outubro e estava muito danificada, com raízes e ramos quebrados. Após uma restauração cuidadosa, ela voltou para o memorial em 2010.

A árvore é um símbolo de força e perseverança, e hoje ela ainda está aqui conosco para nos lembrar disso. Ela pode ser encontrada perto da piscina da Torre Sul.

Além do Memorial 11 de setembro

Além do Memorial do 11 de Setembro, que foi construído para lembrar os eventos trágicos do dia, outros locais memoriais foram criados ao redor das piscinas memoriais. Esses lugares são uma forma de homenagear as vítimas e mostrar o sofrimento causado pelo atentado.

Vamos conhecê-los a seguir:

Museu 11 de Setembro

O Museu 11 de Setembro, também conhecido como Memorial do World Trade Center, homenageia as vítimas do atentado terrorista de 2001 em Nova York. Ele fica no subsolo e apresenta uma série de memórias e relatos pessoais dos eventos que aconteceram naquele dia trágico, bem como um memorial no local do antigo World Trade Center. O local ainda reúne objetos que ajudam a contar parte dessa história.

Sem dúvidas, o museu é uma experiência emotiva e impactante que não deve ser perdida pelos visitantes da cidade.

9/11 Memorial Glade

O 9/11 Memorial Glade em Nova York foi construído para homenagear as vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001. O projeto teve início em 2016 e foi concluído em 2019. Ele conta com um labirinto de árvores, chamado “Glade of Remembrance”, que simboliza o caminho difícil das famílias afetadas pelo atentado. As árvores também representam a esperança e a força de Nova York após os trágicos eventos.

Liberty Park

O Parque da Liberdade oferece uma vista deslumbrante do Memorial e da Torre da Liberdade. No lado oeste deste parque fica a esfera do World Trade Center, também conhecida como The Sphere. Esta grande estátua de bronze, originalmente situada entre as Torres Gêmeas, foi em grande parte restaurada após o ataque terrorista de 11 de setembro.

O Santuário Nacional de São Nicolau fica no outro lado do parque. É uma igreja ortodoxa grega que teve sua reconstrução recente, devido à destruição dos ataques anteriores.

FDNY Memorial Wall

O Muro de Memorial FDNY é um monumento em homenagem aos 343 bombeiros que morreram no dia 11 de setembro. A arte em bronze tem como principal elemento as Torres Gêmeas e mostra todos os tipos de veículos e ferramentas que foram utilizados naquele dia.

Você pode ver o evento em uma ordem cronológica. O memorial para os bombeiros está localizado na diagonal oposta ao Memorial do 11 de Setembro. Fica contra a parede da Escada 10 do Corpo de Bombeiros.

One World Trade Center

Após o ataque ao World Trade Center, em 11 de setembro de 2001, as Torres Gêmeas foram destruídas e uma grande reconstrução foi iniciada. Novos arranha-céus foram construídos no local, sendo o mais famoso deles o One World Trade Center, também conhecido como Torre da Liberdade.

Você pode visitar o WTC e conhecer o One World Observatory, que fica no 102º andar do prédio e oferece uma vista 360 graus da cidade, com destaque para a Estátua da Liberdade, a Ponte do Brooklyn e Midtown Manhattan.

Oculus

O Oculus é imperdível no World Trade Center. O edifício branco, que supostamente representa uma ave, serve como um complexo de transporte público e de compras. Há uma pequena abertura no telhado, através da qual o sol brilha às 10h28 precisamente no dia 11 de setembro, a hora exata em que a segunda torre desmoronou.

Inclua o Memorial 11 de Setembro em seu roteiro

Em nosso city tour, você pode colocar o Memorial 11 de Setembro em seu itinerário. Com a RennyTours, você não precisará se preocupar com transporte, horários e poderá viver uma experiência única e exclusiva na Big Apple.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
EnglishPortugueseSpanish